Cadinho RoCo – Jeito outro de ler e pintar a vida.

Estréia oficial do Blog – 27 novembro 2006

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016

VERDEJANTE

VERDEJANTE
     O dia se faz verdade em busca da sua própria maturação. Verde porque encheu-se de esperança ao aguardo de alguma boa notícia que possa encher pulmões de euforia.
     O dia então nasce airoso acordando o sol disposto a iluminar tudo porque é assim que o calor provoca o corpo às suas idas. Tudo no verde contraste de sensação única feita em folha exposta à brisa capaz de inquietar a mansidão da paisagem.
     O dia só acontece quando fazemos com que ele aconteça.
Belo Horizonte, 24 fevereiro 2016
FUGAS
Ao vagar dos dias
Poderes e conquistas
Versos e poesias
Gostos e manias.
Das noites frias
Segredos e magias
Sonhos e idas
Vistas e revistas.
Distante das ondas
Próximo das estrelas
Surgem nuas
Ideias e brisas
Assumidas por fugas
Feitas em vidas.
Belo Horizonte, 17 janeiro 2010


3 comentários:

CÉU disse...

Mas sua escrita não é nada verde, bem pelo contrário.
Dia e noite têm de ser feitos por nós, poeticamente ou não.

João Pedro disse...

Gostei das suas palavras! voltarei mais vezes

Gostava que me seguisse

GOSTARIA QUE NOS VISITASSE. E CASO AINDA NÃO TENHA ACTUALIZADO O NOSSO LINKE»»» http://prazeresecarinhossexuais.blogspot.pt/?zx=e7c3217bdcc84085 CASO PRETENDA, AGRADECÍAMOS...OBRIGADA PELA SUA ATENÇÃO
Abraço

maría del rosario Alessandrini disse...

Muy bello amigo, gracias por comentar.
Saludos