Cadinho RoCo – Jeito outro de ler e pintar a vida.

Estréia oficial do Blog – 27 novembro 2006

quinta-feira, 3 de agosto de 2017

DESCOMPLICADO

DESCOMPLICADO
      Na verdade do amor o pouso do mistério da fé.
     Na fé do amor o voo da verdade feita em mistério.
     No silencio das palavras a denúncia do esconderijo então descoberto pelo mistério então decifrado pela fé então assumida pela verdade. Tudo reunido na noite fria que adormece o despertar então fugido do sonho então protegido pela quietude do passado que também é presente.
     A fé na luz acesa por movimento espontâneo de algum acontecimento que insiste em não querer ser sombra, ou treva.
     Caminho aberto para desafiar pessoas paralisadas pela distância que conversa em segredo sobre o quanto há de possibilidade no dizer do impossível.
     Para simplificar a compreensão o melhor a fazer é tratar de compreender ao invés de complicar o querer amar proposto pelo amor.
     WWW.hellowebradio.com ... momentos tão sonoros quanto mudos.
Belo Horizonte, 03 agosto 2017
PREÇO DA ARTE
     A arte sempre cobra muito do artista. Faz parte do processo criativo essa cobrança capaz de depurar o que tem a arte a transmitir.
     Xamã apresenta-se curioso querendo saber mais.
      A arte exige investimento pesado do artista. A questão envolve dinheiro, mas não se limita ao dinheiro. Daí a necessidade da dedicação, da disponibilidade e, sobretudo, da perseverança.
     Para o artista, os dias não são só referência de um calendário frio. O tempo do artista precisa de ter um certo pacto com o sagrado, para que daí a arte venha com todo vigor de sua essência a estabelecer pertinente distinção entre a tentativa e a realização do trabalho executado.

Belo Horizonte, 09 agosto 2014

Um comentário:

lua singular disse...

O Cadinho,
Já lhe mandei comentários e não obtive resposta
A vida é como um campo de girassóis.
Beijos
Lua Singular