Cadinho RoCo – Jeito outro de ler e pintar a vida.

Estréia oficial do Blog – 27 novembro 2006

segunda-feira, 9 de julho de 2018

FOGUEIRA DE JULHO

FOGUEIRA DE JULHO
Fogueira de julho
Não importa o barulho
Tira dali o entulho
Traz pra cá o embrulho.
Fogueira de despedida
Para breve fugida
Viagem munida
De aventura querida.
Rima de Allen
Encontra com Jansen
Libertas quae sera tamen.
Céu todo estrelado
Friozinho danado
Corpo todo arrepiado.

Belo Horizonte, 09 julho 2018
ELEVADOR SECRETO
     Assunto outro diverso variado porque a vida passa encontra com cada situação mais surpreendente que outra. Qual a maior surpresa? Qual a melhor surpresa?
     Prédio andares misteriosos. Tanta gente atividade diversa e a portaria porteiro querendo identificar cada alguém que surge. Perguntas e respostas, andares no elevador sobe desce de situações tantas. Rotina de dias e noites percorridas por esse labirinto sem janelas. Dizer de segredo escondido qual elevador sem janelas, mas com uma porta que tanto abre quanto fecha nosso dizer.
Belo Horizonte, 19 abril 2006

3 comentários:

Graça Pires disse...

Uma excelente semana, Amigo.
Um beijo.

Mary Lane Amaral disse...

Que fogueira mais linda e calorosa foi aquela. Calor do fogo, calor de amigos, calor do bom vinho e da comida farta, calor de amor total. Despedida de amigos para viagem incrível, calor no friozinho de julho, na bela casa, no belo horizonte! Calor gostoso esse!!!!!!!!!

Lucia Silva disse...

Adorei esse texto, cheio de poesia e de calor da fogueira de Julho, da amizade, da paz e do amor.
Beijos!