Cadinho RoCo – Jeito outro de ler e pintar a vida.

Estréia oficial do Blog – 27 novembro 2006

sexta-feira, 20 de julho de 2018

VIVI



VIVI
Não ouvi
Não vi
Só sei que senti
Aquilo que vivi.
Olhar atento
Na cegueira do vento
Breve movimento
Extenso sentimento.
Do absurdo
Instante surdo
Do nada tudo.
De repente
Aparece contente
Sol nascente.

Belo Horizonte, 20 julho 2018
SAFOU-SE
     Em princípio a vida não será sucessão de sustos? Resolve-se problema aqui para que outro apareça ali, numa sequência que está sempre aparentando fim que nunca aparece. São tantos os motivos para que fiquemos acabrunhados, que se dermos asas permanecerão eles sobrevoando céu de todos os nossos momentos.
     Resolveu então escancarar o verbo, dizer de suas fantasias, despudorar o pudor. Criou personagem, inventou situação e escreveu sob o mais vivo transpirar de sua tara. Sentiu-se realizada, só porque fez o que quis preservando, por incrível que pareça, toda integridade do seu ser feito assim.
Belo Horizonte, 01 julho 2006    

2 comentários:

Os olhares da Gracinha! disse...

Resolve-se problema aqui para que outro apareça ali, numa sequência que está sempre aparentando fim que nunca aparece... NUM DOCE E AMARGO VIVER!!!
...
Gosto das novas obras de arte!
bj

Lucia Silva disse...

Bom dia, linda reflexão sobre o viver!
Beijos e feliz dia do amigo!