Cadinho RoCo – Jeito outro de ler e pintar a vida.

Estréia oficial do Blog – 27 novembro 2006

domingo, 5 de agosto de 2018

CADERNO ANTIGO


CADERNO ANTIGO
Achei caderno antigo
No armário abarrotado
De objetos que digo
Desafiarem o inusitado.
Páginas num vazio amigo
Caderno muito pouco usado
Trago ele agora comigo.
Sensação esquisita
Vinda de longe
Caligrafia bonita.
Visão reage
Reconheço a escrita
Neste papel bege.


Belo Horizonte, 05 agosto 2018  
PESQUISA ISENTA?
     Não existe pesquisa sem indução.
     Nas pesquisas eleitorais, por exemplo, questionários induzem pessoas a respostas.
     Existirão perguntas isentas?
     Aí é que surge a pesquisadora apontando para o fato de que as perguntas só serão isentas, se delas surgirem respostas isentas.
     Existirão respostas isentas?
     E neste contexto não será difícil chegar a outro questionamento não menos interessante.
     O que é ser isento?
     Será possível induzir com isenção?
     E para completar, afirmação não menos conclusiva.
     Não existe pesquisa isenta.
Belo Horizonte, 20 setembro 2006

2 comentários:

Sílvia Pinto disse...

Maravilhoso poema. Deixo o meu apreço e aplauso
Feliz domingo

Lucia Silva disse...

Um poema majestoso!
Beijos!