Cadinho RoCo – Jeito outro de ler e pintar a vida.

Estréia oficial do Blog – 27 novembro 2006

sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

DOIS JORNAIS

Se é pra corrigir o melhor é corrigir.

Estou novamente com problemas aqui na recepção dos comentários, pelo que peço a compreensão de todos.

DOIS JORNAIS

Lógico que quando conversamos percebemos algumas informações pertinentes, outras nem tanto.

Dia desses escrevi sobre informação que obtive da inexistência de um jornal impresso em São João da Barra e hoje retorno para corrigir porque o dito não confere com a realidade. Em São João da Barra existem hoje pelo menos dois jornais impressos. Um nascido em 2007, o “Quotidiano” e o outro, São João da Barra, fundado em 1880. É isso mesmo. Em São João da Barra existe um jornal com o nome do município e que em 2010 completará 130 anos de existência e que possui valor enorme se atentarmos para o fato de que no Brasil são poucos os municípios com um jornal dessa idade. E aqui faço reparo do que escrevi dia desses até me desculpando porque considero sim cochilo meu não ter sabido disso antes. Aliás, já aproveito para denunciar respeita pelos dois jornais mas, na certeza de merecer a devida compreensão do “Quotidiano”, demonstrar minha sincera admiração e aplauso à perseverança do Jornal São João da Barra, porque não é fácil e nem simples ostentar mais de século na ativa, ainda que com interrupções, diante de realidade por vezes tão rigorosa e que somos obrigados a enfrentar neste Brasil e lógico que em São João da Barra também.

Belo Horizonte, 11 dezembro 2009

VAGABUNDEANDO

Alma lavada

Corpo banhado

Na noite úmida

Porém sedenta.

Na brisa das idéias

Limpas intenções

Expostas às

Mais sujas emanações.

Os instantes passam

Pelas nuvens dispersas

Na vastidão do céu.

Dia qualquer

Na noite qualquer

Feita ao que der e vier.

Belo Horizonte, 02 junho 1998

7 comentários:

Dead Lindsae disse...

Esse poema parece uma música do Geraldo Azevedo...

angela disse...

As noites são feitas para o que der e vier.
Bonito poema e legal a correção que fez qunto qow jornais.
beijos

DO disse...

Realmente 130 anos é um feito hercúleo,Cadinho. Ainda mais nos dias de hoje.

Abraços e um otimo fds a vc.

Mariana disse...

O título achei bárbaro.
Bom fim de semana.
bjs

Danielle Macena disse...

Passando so pra desejar uma boa noite

Sonhadora disse...

cadinho
belo poema

Os instantes passam

Pelas nuvens dispersas

Na vastidão do céu
Beijinhos

Daniel Savio disse...

Mas Cadinho, com certeza é uma boa marca para qualquer jornal chegar a 130 anos, mas imagino que Quotidiano também tem versão eletrônica...

Eu não diria que uma alma livre seja realmente vagabunda, mas sim que tenha o teu charme particular...

Fique com Deus, menino Cadinho.
Um abraço.