Cadinho RoCo – Jeito outro de ler e pintar a vida.

Estréia oficial do Blog – 27 novembro 2006

quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

MANDATO

A conveniência por vezes é arma que acaba apontada para nós mesmos

MANDATO

Estamos num Brasil marcado por sensíveis mudanças que dão conta de novo comportamento assumido por posturas tão delicadas quanto perigosas. Estamos num Brasil eleitoreiro em que o voto passa a receber tratamento distinto e com tendência a substituir a confiança pela conivência.

Para João da Barra, um povo que elege políticos mais comprometidos com o poder do que com o servir é um povo fadado ao sofrimento e ao descaso. No entanto, o que acontece hoje no Brasil é que todo processo eleitoral tornou-se comprometido pelo estímulo à negociação do voto via programas sociais tão oficiais quanto venais.

João da Barra então adverte que a única maneira de escapar de todo esse distúrbio político é o de uma reação em cadeia que rejeite essa relação proposta por mandatos que trabalham sempre na ânsia do voto que nunca deverá ser, nessa circunstância, um fim. A finalidade do mandato político está antes relacionada ao serviço a ser prestado de maneira séria, digna e eficaz.

Belo Horizonte, 27 janeiro 2010

CHEGUEI DE VIAGEM

Um novo encontro com a vida. Cheguei de viagem. Abri a porta do meu quarto. Respirei fundo sentindo a sonoridade da saudade. A saudade cumprimentou-me. Voz manhosa, feminina, delicada, sedutora, graciosa, carinhosa, gostosa, deliciosa.

Uma nova sensação da vida. Cheguei da ausência. E ainda que possuído pela fadiga, eis que fui inundado pela felicidade a banhar minha alma. Da fragrância de tão exuberante instante, não fiquei inerte ao espetáculo de uma mais que oportuna aparição. Adormeci nos braços da amada.

Cheguei de viagem. Cheguei para a ânsia da vida.

Belo Horizonte, 14 maio 1999

11 comentários:

Giovanna disse...

Arigatou, obrigada pela visita e pelo comentário. Vou visitar seu blog sempre que puder, assim eu terei noticias das coisas do Brasil, um pais que aprendi a amar, mesmo não sendo brasileira, mas tive oportunidade de morar um período e estudar...abraços e até mais.Giovanna

JuJu disse...

Na verdade, tudo tornou-se um mero negócio. O pior é que nós somos as mercadorias!
Já foi pior, meu caro. Mas a luta tem que continuar!
...
Passe lá no meu blog e deixe seu comentário!!!

Electra disse...

Amei seu blog e sua forma de escrever.
Vc escreveu sobre saudade de uma forma tão linda e delicada!
Estarei sempre por aqui.
Obrigada pela visita e pelo comentário no meu blog!

Pati disse...

OI... passei pra desejar um ótimo dia pra vc... bjos

angela disse...

ASSINO EMBAIXO DO QUE ESCREVEU SOBRE POLÍTICA.
Quanto a voltar pros braços de um amor é sempre bom.
beijos

Gabriela disse...

Oi,
Obrigado pela visita!
Adorei o Blog!

Abraços
Gabi =)

RoCosta disse...

E infelizmente entra um e sai outro e nada muda. Colocam um baton aqui um perfume ali para 'ingrês' ver e nada de mudança profunda que o país precisa. :-(

Quanto a sua volta da viajem... adorei! :-)
Beijos, muitos!

Ana Maria disse...

Amigo, estive sumida uns dias, estava dodói.
Estou retornando e tentando fazer minhas visitas. Um grande beijo!

Bia Ferreira disse...

sed correr o bicho pega, se ficar o bicho come... falta opção, os que concorrem (nossa política parece uma corrida de cavalos) são os produtos da mídia... se vc vota nos menos favorecidos.. bem, esses são mais loucos ainda, vivem à espera de um comunismo utópico, dá medo, muito medo.

legalmente loira... disse...

concordo em genero numero e grau a respeito da politica.
a volta da viagem é lindoooo.
bjos.

Daniel Savio disse...

Cara, infelizmente é um mal que fazemos ao escolher os politicos por beneficios para nós e não por beneficios para a população...

Fique com Deus, menino CAdinho.
Um abraço.