Cadinho RoCo – Jeito outro de ler e pintar a vida.

Estréia oficial do Blog – 27 novembro 2006

terça-feira, 12 de janeiro de 2010

SENTIDOS

É de fato situação delicada porque não tenho a menor noção de quem comenta hoje aqui no Blog, porque a liberação dos comentários Blogspot continua emperrada.

SENTIDOS

Num momento em que a compreensão torna-se mais exigida, nada melhor que permanecer em silencio à beira do mar, é o que sugere João da Barra. Deixar-se levar pelas ondas que trazem essa essência pura do que transpassa o tempo em movimento que surge e desaparece em quase único instante. A onda cresce e decresce num movimento integrado ao outro, indo do nada ao esplendor que retorna de imediato ao nada.

João da Barra mostra o quanto somos assim também quando por um instante nos elevamos ao que em seguida nos traz à nossa própria dimensão. Cada onda com seu tamanho, cada instante com sua extensão, cada sentido com seu sentir.

Belo Horizonte, 12 janeiro 2010

OUTROS TEMPOS

Já que o assunto é cachorro, nunca é demais lembrar de uma das tantas frases do grande poeta Vinícius de Moraes. “O uísque é o cachorro engarrafado, ou seja, o melhor amigo do homem.”

Bons tempos, bons tempos. Agora, há quem insista em fazer dos cachorros feras violentíssimas. O melhor amigo do homem transformado em arma, passa a inspirar o medo. E das raças a busca do instinto agressivo, que ao invés de educado, passa a ser estimulado. Isso sem falar no delírio dos cruzamentos em que raças são misturadas de forma aleatória, cujos resultados denunciam a perversidade de quem simplesmente não tem a menor sensibilidade para possuir um cão.

Belo Horizonte, 10 março 1999

4 comentários:

Cleo disse...

Feliz Aniversário Cadinho!

Você já tentou ir na Ajuda do blogger e escrever pedindo retorno sobre este problema? eles dão o retorno por email bem rápido, faz isso. com certeza vai resolver a situação aí dos comentários. pelo que vejo é só no teu blog que está acontecendo isso. mas se fores lá na Ajuda talvez tenha outros com o mesmo problema.
e cada onda com seu tamanho, cada instante com sua extensão. verdade.
beijos
Cleo

Iara na Janela disse...

Todos os sentidos se instalam por aqui. E gostei.

Grata por sua visita à minha Janela que, por coincidência, nasceu no mesmo dia deste seu lugar (27/11/06).

Espero vê-lo outras vezes por lá!

Beijos...

Mirse Maria disse...

Nada melhor que ficar em silêncio à beira mar.

Ele nos ensina no vai e vem das ondas, nas horas bravias e calmas. Ensina e acalma a vida.

Quanto aos cães, é uma pena que não haja conscientização das pessoas em relação a esses seres que dão muito mais do que recebem.

Amei a postagem!

Abraços

Mirse

Sofá Amarelo disse...

Estranho, por isso é que eu prefiro os comentários normais.

Forte abraço!!!