Cadinho RoCo – Jeito outro de ler e pintar a vida.

Estréia oficial do Blog – 27 novembro 2006

quarta-feira, 24 de março de 2010

BOM OBSERVAR

Estamos entregues a um país corrompido

BOM OBSERVAR

Em um país regido pela mentira é natural que tenhamos, a cada dia que passa, dizer do dito pelo não dito, ou buscar compreensão na contradição de discursos pra lá de desencontrados.

A questão da distribuição dos royalties do petróleo para os municípios brasileiros produtores desse tão cobiçado produto, passa a servir como importante tema a mostrar com enorme evidência o tamanho da incompetência de tantos políticos a ocuparem cargos de extrema importância país afora.

João da Barra, de maneira incansável, atenta para importância do que precisa ser muito bem observado por todos nós.

Diga-me com quem andas e te direi quem é. Ditado mais que oportuno para o momento político que estamos nele, em ano eleitoral a nos expor alianças que acontecem de maneira até surpreendente. Razão para que observemos bem, até para que depois não fiquemos a dizer que fomos traídos ou enganados.

A situação é clara e até fácil de ser notada diante de tanto descaramento que somos forçados a testemunhar diariamente. Há informação demais para que saibamos distinguir quem é quem em meio a tudo que acontece por aí.

Belo Horizonte, 24 março 2010

INCONFUNDÍVEL

Anoiteço na manhã

Que faz amanhecer

Minha lembrança

Que não anoitece.

Durmo acordado

Pelo desejo silencioso

De tão gritante

Entusiasmo.

Acordo adormecido

Pela intenção dos passos

A caminharem comigo.

Das sombras

A imagem

Luz inconfundível.

Belo Horizonte, 07 junho 2000

6 comentários:

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Concordo plenamente!
"Sede humildes! Sempre que estiverdes convencidos de que tendes toda a razão, é porque não tendes nenhuma."
(Josemaria Escrivá).
Bom observar o que acontece com o outro, por exemplo, o blogueiro ao qual se vai comentar. Ler o post, por exemplo.
Tenha sempre boas noites e bons dias, Sr. Cadinho Roco.
Renata Cordeiro

direitinho disse...

O teu poema final é um resumo de tudo o que vivemos.
Esta sociedade está numa transformação acelerada para pior.
Temo pelo amanhã.
Temo por esta geração de escravos vendidos aos comediantes políticos que os hipnotizam e os sobrecarregam cada dia de maiores grilhões, entregando-lhe alegremente o seu voto.....
Todos sofremos porque somos levados nestas correntes e arrastados como lama da escoria que sobrou do petróleo.

rocosta disse...

Nenhum indício melhor se pode ter a respeito de um homem do que a companhia que
freqüenta: o que tem companheiros decentes e honestos adquire, merecidamente,
bom nome, porque é impossível que não tenha alguma semelhança com eles.
Maquiavel.

Cadinho assino em baixo e por todos os lados!
Beijão!

Ju Fuzetto disse...

Adorei!!

perfeito!!!

abraço

claudete disse...

Amei o seu poema e ...os dois momentos de um homem que consegue ser único :o poeta sensível e o cidadão coerente com seu status. Um dia haverá de chegar em que ou a corrupção acabará ou seremos todos "engolidos " por ela. Abraços.

Valery disse...

Pero el problema no es sólo el País, en México, vivimos un guerrilla dónde ya hay civiles muertos y el Gobierno no hace nada.

Pero lo importante es no quedarse callado.


Un saludo.

Traducción del español al portugués

Mas o problema não é apenas o país, no México, onde vivemos uma guerrilha civis já estão mortos eo governo não faz nada.

Mas o ponto não é o de permanecer calado.

Uma saudação.