Cadinho RoCo – Jeito outro de ler e pintar a vida.

Estréia oficial do Blog – 27 novembro 2006

terça-feira, 9 de março de 2010

INVERSÃO DE VALORES

EM OFERTA

Óleo sobre tela 15x15cm

Mais de 50% de desconto

Veja peças na coluna ao lado

Maiores informações: cadinhoroco@yahoo.com.br

INVERSÃO DE VALORES

Querer eu quero todo mundo quer porque sem querer é que não dá pra viver de jeito nenhum. Mas aí João da Barra diz do querer e do querer, porque uma coisa é querer poder e outra é poder querer.

O que acontece é que João da Barra agora cismou com o verso e o inverso da toada que vai de lado a outro sem distinguir mais o que é posição, oposição ou imposição.

Campos dos Goytacazes, 09 março 2010

A QUIETUDE

Primeiro, ela apareceu. Depois da apresentação, a conversa descontraída. Havia um par de sandálias, que resolveu passear por nossos assuntos. Ela foi embora, sem querer ir. Ficou a promessa de um novo contato.

Mais tarde, ela apareceu novamente. Só para dizer que não iria ficar ali. Ainda assim, disse para onde ia. Veio a noite e tivemos, por mais uma vez, a oportunidade do encontro.

Aconteceu sucessão inteira de sinais. E as sandálias que vestiam aqueles pés, voltavam a participar da nossa conversa. Foi tudo muito curioso para as observações hoje nutridas pela lembrança. Por isso mesmo, o desejo de nova aproximação. Mas esse parece não ser o tempo pretendido pelo querer. Daí, o silencio que em verdade inquieta a alma.

Houve uma manifestação transparente entre nós, que agora interfere em meus pensamentos. Uma insinuação qualquer vinda do passado, como querendo alertar o presente. Mas o presente continua quieto e contido em mim mesmo.

Belo Horizonte, 29 fevereiro 2000

5 comentários:

Daniel Savio disse...

Mas Cadinho, as nossas ações do passado sempre vão interferir no presente, mas bem com as ações do presente podem ser promesa para o futuro...

Fique com Deus, menino Cadinho.
Um abraço.

Hod disse...

Olá CAdinho,

Essa Inversão de valores é que realmente tem atrapalhado a humanidade. Colocar razão em tudo extrapoluo a sensatez atrapalhou. Até porque a natureza não é nada racional e na própria irracionalidade parece ter mais equilibrio.

forte abraço amigo,

Hod.

claudete disse...

Estou adorando o João da Barra, posição, oposição e imposição, sabe é a melhor definição atual para o cenário político brasileiro.
Abraços.

Camille disse...

E desde quando Belzonte tem praia? Hehehehe ( sobre seu comentario).
Legal o texto das "sandalias". É conto, ou e cronica? É conto né? Gostei tb do texto de cima do querer poder e poder querer.
Boa semana amigo,
Cam

Anônimo disse...

Good dispatch and this post helped me alot in my college assignement. Say thank you you for your information.