Cadinho RoCo – Jeito outro de ler e pintar a vida.

Estréia oficial do Blog – 27 novembro 2006

sexta-feira, 26 de março de 2010

PALAVRAS DE JOÃO DA BARRA

João da Barra surge com seu próprio discurso, sem retoques

PALAVRAS DE JOÃO DA BARRA

Prapolopososasasa são as ideias, ideias, ideias.

Sou João da Barra na palavra pensamento dizer conversa de muita gente que fala de um jeito e age de outro. Entendeu, entendeu, entendeu? É que todo mundo condena compra de votos, mas o mercado dessa prática repugnante existe, existe e existe sim, sim, sim.

Depois acontece ameaça de São João da Barra ficar sem receita dos royalties do petróleo e o espanto é geral. Espanto, espanto, espanto?

Isso é coisa de gente vendida com a compra de votos que elegem bandidos fantasiados de políticos entendeu, entendeu, entendeu?

Povo que vende voto vai reclamar do quê, do quê, do quê?

Vale a pena que se paga pela venda do voto? Vale, vale, vale?

Se perguntar ninguém vendeu, ninguém comprou voto. Mas o que tem de gente vendida comprada por aí tá escrito não. Entendeu, entendeu, entendeu?

Popalalala e lá vão as ideias, ideias, ideias.

Belo Horizonte, 26 março 2010

SEM RECEBER

Rabisco o que acabei de escrever. O desejo das palavras, abriu sugestão para um café. Depois, o cachimbo aceso pelas baforadas amigas a contemplarem os fatos.

Fujo das contas mentais a imporem tão singular preocupação ao meu estar que já parece viver de teimoso. Verifico o tempo de convívio que dedicado está ao vagar dessas palavras. E a ausência do patrocínio a ampliar o termo da necessidade.

Escapo da rigidez dos fatos. Mas não consigo ignora-los completamente. A realidade sabe impor seus rigores, desafiando a mais determinada resistência.

Deparo com a dificuldade de estar exposto às imposições da realidade. Deparo com a necessidade de achar um patrocínio para essas palavras. O trabalho merece ser recompensado. É o que surge em minha mente, que sem qualquer mentira, passa a cobrar de mim, a recompensa que em verdade não recebi.

Belo Horizonte, 18 junho 2000

5 comentários:

Elcio Tuiribepi disse...

OLá Cadinho, passando para te fazar um convite...

Olá amigo...venha participar da Blogagem Coletiva em homenagem ao Dia Internacional do Homem, a ser realizada no dia primeiro de abril de 2010.
Confirme sua presença no blog Verseiro do Elcio (eu)...rsrs...ou no blog Bom, ruim, assim assim do intrépido Wilson Hardy.
Não deixem de participar, pois a importância da presença de vocês neste evento é a única verdade verdadeiramente verdadeira disso tudo...rsrs
Vamos rir, brincar e quem quiser pode descer a lenha, chutar o balde, afogar as mágoas, arrebentar a boca do balão...enfim...fiquem a vontade...mas não vamos deixar de brincar e sorrir
Um abraço na alma...espero você por lá...


Essa história dos royalties não dá para aceitar...
Juro que gosatria de entender onde está o fundamento disso tudo...
Um abraçooooo

paula barros disse...

Se há quem compre votos, há quem venda.

É feito quem compra produtos de roubo.

E são os mesmo que cobram depois seriedade, e falam mal dos políticos.

beijo

Magui disse...

Achar que o petróleo encontrado a 7 mil metros , 300 léguas do litoral não é da totalidade do povo brasileiro, então o que é?Esse debate no parlamento é histórico pois demonstra que o Rio não é mais o manda chuva como já foi e que o tratamento ou pacto federativo está fortalecido.

Camila disse...

Fujo das contas mentais a imporem tão singular preocupação ao meu estar que já parece viver de teimoso.

me identifiquei ;D

Raquel Reckziegel disse...

Dar e receber... às vezes, parece que tudo se resume a isso.