Cadinho RoCo – Jeito outro de ler e pintar a vida.

Estréia oficial do Blog – 27 novembro 2006

quarta-feira, 12 de maio de 2010

BUSCO CRÉDITO

Precisamos sempre de ir

BUSCO CRÉDITO

Do que sonho penso experimento, a sensação de que preciso estar mais perto do que a mim sugere estar longe. Então saio, escapo, busco caminho sentido de ida em mim, em meu próprio ser.

Sou antes personagem de mim mesmo, protagonista do meu próprio viver. Não tenho como escapar disso, nem que seja em nome de sonho mais insistente. Por isso é que preciso já de fazer com que a realidade promova crédito em mim, para que eu não sucumba na condição de devedor do meu próprio viver.

Belo Horizonte, 12 maio 2010

VIDAS

Lava roupa

Lavadeira

Costura roupa

Costureira.

Arruma casa

Arrumadeira

Cozinha comida

Cozinheira.

Fala da vida

Mulher da vida

De tantas vidas.

Fala da noite

Mulher da noite

De tantas vidas.

Belo Horizonte, 22 maio 2001

5 comentários:

claudete disse...

Crédito tá dificil mesmo amigo Cadinho, mas não impossível, temos que continuar acreditando . Abraços.

José Doutel Coroado disse...

cito:"...saio, escapo, busco..."
todo um projecto de vida que muito gostaria eu de calcorrear.
abs

Mari Amorim disse...

Os amigos nos comovem com carinhos.
Não medem esforços para nos ajudar;
Fazem de tudo, não nos deixam sozinhos.
Até em milagres nos fazem acreditar!
Boas energias sempre!
Mari Amorim

poeta do inverno. disse...

me perguntaste porque desfazer a imagem do ser amado, mas não quero desfazer a imagem quero que esta permaneça a imagem virgem a quela que amei posto que muitas faces são adquiridas durante o nosso caminhar.

Dona Sra. Urtigão disse...

Lembrei-me de que já estive por aqui, sim, lembrei-me do uso não linear das palavras, de que gostei bastante.
Sigo passeando, se me permite.