Cadinho RoCo – Jeito outro de ler e pintar a vida.

Estréia oficial do Blog – 27 novembro 2006

segunda-feira, 3 de maio de 2010

QUERER-TE

Será o amor?

QUERER-TE

Na lembrança do esquecimento

Não há nenhum momento

Em que sua imagem suma

Do meu ser que ruma

Qual onda vinda em espuma

Aliviar do calor este corpo sedento

A buscar de todo e qualquer vento

Você que então acende e fuma

O tempo esparramado em fumaça

Que flutua vem e me abraça

No esquecimento corroído

Pela lembrança na taça

De sorver ido

Ao querer-te em mim tão querido.

Belo Horizonte, 03 maio 2010

PAVIO CURTO

Sylvia diz ser a outra, casada. Maneira sutil de não dizer nada dela mesma. Como pouco sei da Sylvia, desconheço seu humor.

O lampião diz que mulher bonita, no mais das vezes, tem pavio curto.

Sei que a Sylvia detestou o último carnaval, voltando para casa aborrecida, muito aborrecida. Sei também das suas idas à piscina, o que faz seu corpo adquirir tonalidade que é melhor nem contar.

O lampião diz que pensar muito, acende o desejo.

Qual será o grande desejo da Sylvia?

Belo Horizonte, 18 março 2001

18 comentários:

Vivian disse...

...será o amor?

ou é o amor que nos leva
a poetar saudades da pessoa
de nosso querer?

bjbj

Karol disse...

Oláa...vim aqui para avisar que o blog agora fala sobre homens!!! mais precisamente sobre moda para homens..
venha fazer uma visita..
abraços

Taia Assunção disse...

O amor, esse que nos tira do ar, nos faz viajar e nos arrebata desde o primeiro olhar. Beijocas e boa semana.

Helena Paixão disse...

Belas palavras de um belo sentir!

Bjs

Carla Regina disse...

Ai,ai, esse poema me fez suspirar!
Beijos e uma semana cheia de amor :)

meus instantes e momentos disse...

Oi amigo Cadinho,
passando para te desejar uma ótima semana.
Abçs.
Maurizio

Gisa disse...

Oi querido, que legal ter aparecido. Uma ótima semana.

Não sei qual o desejo da Sylvia mas se eu fosse ela me entregaria a uma bela paixão. hehehe

claudete disse...

Hum...dá gosto ler o Cadinho apaixonado.
Não esqueçe de comer bolo no aniversário do meu primeiro Blog, viu? é hoje.
http://clodet.blog.uol.com.br

Jaque Gonchoroski ઇ‍ઉ disse...

Concordo com você que é SEMPRE bom amar. Lindo poema. Me faz ter vontade de amar mais e mais.

Obrigada por visitar meu cantinho ;)

É sempre bem vindo.

JuJu disse...

"Na lembrança do esquecimento

Não há nenhum momento

Em que sua imagem suma"

Amor é sempre desse jeito...
...
Passe lá no meu blog e deixe seu comentário - principalmente agora que eu já publiquei o post especial para comemorar o dia especial do qual falei antes. Vamos comemorar juntos!

São disse...

Talvez o de ser feliz...

Boa semana.

Ah, notei que houve mudanças na casa.

Ang disse...

Gostei bastante dos textos que escreveu.
O ultimo ficou bem legal tbm...
Bjos

Tahiana Andrade disse...

Olá Cadinho.
Obrigada por visitar o meu blog, o Idiotizando!
Gostei do seu blog também. Os textos são incríveis, bem do tipo de literatura que eu gosto! Voltarei mais vezes.

"Você que então acende e fuma / O tempo esparramado em fumaça"... Foi o meu trecho preferido!

Boa semana pra ti.

Angela Grazi disse...

Olá, estou aqui te convidando para conhecer meu blog literário. Com dicas e curiosidades e curiosidades sobre o mundo dos livros. Espero que goste!

Mari Amorim disse...

Olá!!
Hoje eles hão de consagrar
O dia inteiro pra se amar tanto
Ele, o artesão
Faz dentro dela a sua oficina
E ela, a tecelã
Vai fiar nas malhas do seu ventre
O homem de amanhã.
Chico Buarque
Excelente semana,boas energias!
Ps.sou devota de NSdas Graças
Mari

Camille disse...

Que bonito isso. Aí Silvya, sinta-se homenageada. Nao te conheço nao moça, mas presumo que voce desperta paixões e é uma mulher amada.
Beijos Cadinho, que voce seja feliz com a Silvya, ou que tenha sido ( o texto é de 2001, ja pode ser uma recordação, a Silvya)
Adorei a parte do lampiao, e a bonita. O pavio curto, muito legal,
Boa semana!
Cam

Sônia Silvino disse...

O desejo dela deveria ser amar e ser muito feliz!
Bjkas, muitas!

Renata disse...

Cara, as vezes alguns amores são melhores na lembrança...

Fique com Deus, menino Cadinho.
Um abraço.