Cadinho RoCo – Jeito outro de ler e pintar a vida.

Estréia oficial do Blog – 27 novembro 2006

segunda-feira, 21 de junho de 2010

SEM BRINCADEIRA

Não é tão auspicioso brincar com coisa séria
SEM BRINCADEIRA
É simples demais termos aversão, repúdio e assumirmos atitude de afastamento, afastamento.
João da Barra rejeita não aceita a recusa do amor e por isso mesmo é que daí percebe haver necessidade ainda maior para que o amor se pronuncie, seja o que é, solte seu poder.
A indiferença maltrata o ser que não consegue ser diferente do que propõe seu orgulho travado por procedimento que por isso mesmo não tem como avançar.
Do que vale recusar, fugir, sumir, desaparecer ou não perceber que é pelo encontro que somos encontrados?
O amor é simples e fácil de ser entendido, mas nem por isso fica exposto aos caprichos infantis de quem quer só brincar com ele.
Grussaí, 21 junho 2010
JANELA NUA
Vontade absurda de possui-la. Mas ela parecia distante. Mas ela também parecia querer.
Uma brincadeira. Assunto levado ao entendimento da malícia. Leve provocação. Fiz que não entendi, sem entender dimensão daquele controle.
Seu corpo, insinuante. Morena esbelta de feição macia. Seios tímidos, ventre comensurado pela juventude de trejeitos sutis. Pernas naquela saia a amarrotar meus pensamentos. Sandálias nos pés pisados naquele vento praiano, areia em meu agir.
Perfume a vagar no quarto sombrio. Lá longe, barulho do mar. Estávamos sós. Havia luz vinda da janela aberta e despida de sua cortina fina. Era mais que entusiasmo. Mar parecia enfurecer. Ondas sobre o lençol percorrido por nossos corpos. Noite cúmplice de nossas carícias.
Amanhecemos abraçados. Ela era pura razão daquele sol ainda entorpecido pela aurora. Foi quando puxei a cortina e fechei a janela.
Belo Horizonte, 02 março 2002

6 comentários:

Bia Maia disse...

Brincar com o amor??

NUNCA.

É maldade.

beijos em seu coração e linda semana,

Bia

Vivian disse...

...brincar por amor,
não com o amor.

bj, querido!

Ana Maria disse...

Nunca brincar com o amor, pois podemos ser um dia brincadeirinha dele também!
Agora , brincadeiras leves até fazem bem, apagam um pouco certas seriedades.
Beijinhos no seu coração.
Amigo, tenho um outro blog: As Melhores Fases da Lua, dê uma ida lá, é um blog que fala sobre terceira idade. Quem não faz parte dessa idade, convive muitas das vezes com essa melhor idade.

b.ËÑÐÎÅBRÅÐÅ disse...

Olá..

Ando meio assoberbada de coisas então não consegui chegar aqui antes.Vi que deixaste um comentário no meu post,obrigado.Pra ser sincera nem imagino como tu foi parar lá rsrsrs..nossos temas são um tanto quanto diversos eu diria.O que de certa forma me deixa mais grata.Interessante teu blog e lendo teus posts me lembrei de uma amiga de Minas que vive pegando no meu pé por causa do meu gauchês..esquecendo do mineirês dela rsrs.Quando quiser aparecer por lá, fica aqui o convite.
Um abraço.

Diana Carla disse...

Nunca brincar com o amor...somos sempre parte dele!!

otima semana...

Desnuda disse...

Cadinho, belos textos!

"O amor é simples e fácil de ser entendido, mas nem por isso fica exposto aos caprichos infantis de quem quer só brincar com ele."

"Ela era pura razão daquele sol ainda entorpecido pela aurora."

Obrigada or estes belos textos. Ótima semana, amigo.
Beijos, com carinho.