Cadinho RoCo – Jeito outro de ler e pintar a vida.

Estréia oficial do Blog – 27 novembro 2006

sábado, 23 de julho de 2011

CAMPOS

A população campista precisa de estar mais atenta para o quanto representa Campos em todos os sentidos.

CAMPOS

O bacana da vida é poder partilhar com as pessoas momentos nossos.

Na Mesa da Benção, Queijo’s Bar, penso em recente comentário que deixei publicado no Blog da jornalista Viviane Aquino, publicação que expos falta de segurança na nossa tão querida Avenida Pelinca. No comentário tomei decisão, fixei registro para testemunho da Viviane que é jornalista que prezo muito. Disse que penso haver hoje urgente necessidade de tomada de consciência para que as pessoas entendam que Campos precisa ser cidade assumida pelos campistas e ser, em definitivo, dos campistas e não dos Goytacazes. Razão pela qual, escrevi lá, que a partir daquele momento não escrevo mais Campos dos Goytacazes e sim Campos, como desde criança tratei essa cidade que está em minhas origens.

Grussaí, 23 julho 2011

PARA ACORDAR

É incrível perceber como é que o amor chega a assustar e a inspirar medo incontido. Está bem que não estamos no melhor dos mundos, mas sem amor situação piora muito.

Se tem muita cretinice solta por aí, motivo a mais para que o amor seja exuberado. Mas aí é que a confusão aparece ainda com mais intensidade. A entrega por interesses menores trava entorpece atrofia o que temos ao mais solene dispor do nosso crescimento. E não dá para crescer sem amor.

Tudo bem que há de ser considerada a cautela e coisa e tal, mas daí a só cultuar a sombra porque a luz ofusca muito vai diferença sem tamanho. Por essas e outras é que dar espaço para a confusão só faz confundir mais.

Só espero é que depois o amor, não assumido, não apareça como agente do que não ocasionou.

Belo Horizonte, 23 agosto 2008

4 comentários:

Mônica disse...

Cadinho
Uma cidade tem um nome e uma história. Conte sobre Campos, por favor!
com carinho Monica

Renata Diniz disse...

"Ainda que eu falasse a lingua dos anjos e dos homens, se não tiver amor, nada seria". Abraços!

Ingrid disse...

teus escritos sempre sensíveis..
beijos Cadinho

Danilo Sergio Pallar Lemos disse...

Estarei seguindo o seu blog pois tem excelente conteúdo.
www.vivendoteologia.blogspot.com