Cadinho RoCo – Jeito outro de ler e pintar a vida.

Estréia oficial do Blog – 27 novembro 2006

terça-feira, 6 de dezembro de 2011

ENTENDIMENTO

Entender não é o mesmo que aceitar

ENTENDIMENTO

A perda da carteira com documentos faz com que eu altere rumo dos meus dias e adormeça empenho em ir para a beira do mar. Por outro lado estimula meus sentidos a entender que para encontrar carteira e documentos, preciso da fé. E para encontrar a fé acordada em mim, preciso do desprendimento.

Na realidade a carteira não chega a ser tão importante. Os documentos não são tão expressivos ao ponto de diminuírem o meu viver, ou importância de dias e noites que passam por mim. Na realidade, mais importante é entender meu instante de distração culminada na perda e nesse instante em que a própria perda passa a buscar de mim algum entendimento.

Belo Horizonte, 06 dezembro 2011

NONA CONSULTA

Ela é capaz de perceber tudo e mais alguma coisa. O que não quer dizer que se dê por satisfeita. É que ela sabe ir além do proposto por sua visão e por isso recorre à revelação trazida pela radiografia.

Ela trabalha muito e antes de iniciar exame em minha boca precisa matar a sede, pergunta se aceito copo d’água.

A periodontista é meticulosa e manifesta satisfação pelo que constata em minha boca hoje outra. Trocamos informações de como estou me sentindo e de como deverei agir nos próximos dias. A periodontista com seu jeito manso e determinado arranca de mim hábitos que de fato já não tenho como manter, ou sustentar.

Ela quer porque precisa que eu não esmoreça no rigor que imponho a mim mesmo porque é assim e só assim é que conseguimos êxito no que queremos alcançar.

Saio do consultório sem dizer a ela do quanto gostei da tonalidade do esmalte que ela resolveu aplicar em suas unhas.

Belo Horizonte, 01 agosto 2009

2 comentários:

Carla Ceres disse...

Oi, Cadinho! Finalmente terminei meus dois tratamentos de canal. De tanto medo, nem reparei se minha periodontista usava esmalte. :) Abraço!

Vanessa Barbosa. disse...

Exatamente querido, quanta coisa nós perdemos na vida, quantas coisas não entendemos mas somos obrigados a aceitar, uma carteira e documentos não vão te abalar por isso. Grande beijo.