Cadinho RoCo – Jeito outro de ler e pintar a vida.

Estréia oficial do Blog – 27 novembro 2006

sexta-feira, 4 de maio de 2012

DINHEIRO


Com dinheiro fazemos o que sem ele, por mais que queiramos, não conseguimos fazer
DINHEIRO
     Diante do mundo eis que não tenho como escapar de constatações tão simples quanto diretas objetivas.
     O dinheiro só não é fundamental para quem o tem de sobra ou de obtenção acessível a todo tempo. Sem dinheiro não há como viver. Sem dinheiro não há como negociar. Sem dinheiro não há como avançar com pretensão do Projeto João da Barra.
     De todo trabalho que realizo, eis que necessito do dinheiro como ganho, resposta, fruto do que semeio em dedicação, tempo e propósito.
     Sem dinheiro não tenho como pagar por minha sobrevivência.
     Sem dinheiro não dá.
Belo Horizonte, 04 maio 2012
DESVINCULAÇÃO
     Muito é dito, muito é noticiado sobre crescimento e desenvolvimento de São João da Barra - SJDB, sobretudo por causa da obra do Complexo Portuário do Açu, empreendimento particular.
     O SESC-MG - Serviço Social do Comércio de Minas Gerais tem área enorme em Grussaí, distrito de SJDB. É terreno que não acaba mais todo cercado com muro de concreto, mais de 5m de altura, todo chapiscado. Do muro pra dentro do que é conhecido como SESC-Mineiro existe alguma relação entre a realidade de SJDB com a do legítimo proprietário da tal área? Numa consideração mais forte João da Barra diz que do muro pra dentro, todo terreno ocupado pelo SESC-Mineiro pode inclusive ser considerado como território das Minas Gerais, uma vez que entidades como o SESC são livres de tributação e com enorme autonomia totalmente desvinculada do poder público.
     Pra concluir, se a realidade do SESC-Mineiro em Grussaí é dissociada do que acontece em SJDB, o mesmo não acontece com o Complexo Portuário do Açu que é empreendimento particular?
Belo Horizonte, 18 janeiro 2011

3 comentários:

Carla Ceres disse...

Gostei da imagem do dia, Cadinho, porque tem tudo a ver com o tema de hoje: dinheiro. Abraço!

mfc disse...

O problema não é o dinheiro, mas a sua repartição!

Um abração,

teca disse...

O dinheiro não é problema... o problema é quem ganha, quem administra e quem usa mal.

Beijo grande.
Bom fim de semana.