Cadinho RoCo – Jeito outro de ler e pintar a vida.

Estréia oficial do Blog – 27 novembro 2006

domingo, 10 de junho de 2012

ATROFIAMENTO


Em muitos momentos esquecemos de partes importantes de nós mesmos
ATROFIAMENTO
     Aquilo que não colocamos em prática, vai em nós mesmos sumindo, desaparecendo, atrofiando. Quando passamos a exercitar de maneira mais acentuada a dúvida, é natural que nosso acreditar passe a entrar em estado de fragilização, enfraquecimento.
     Não é possível ajustar a fé num ambiente de dúvida, não é possível acreditar pela rota da descrença.
Belo Horizonte, 10 junho 2012
E O VOTO?
Depois de questionar prefeitura e câmara de vereadores, João da Barra envia questionário sobre eleitorado de São João da Barra – SJDB para que o Instituto Pappel obtenha percentual de respostas.
Você é a favor do voto obrigatório?
Você lembra em quem votou pra prefeitura e vereador nas últimas eleições?
Você se arrepende em quem votou para prefeitura e vereador nas últimas eleições?
Você já recebeu proposta de candidaturas pra vender seu voto?
Você já ofereceu a venda do seu voto para alguma candidatura?
Você já vendeu seu voto?
Você já trocou seu voto por emprego na prefeitura ou na câmara de vereadores?
Pra você a compra e venda de votos compromete o desempenho dos políticos de SJDB?
Na sua opinião em SJDB existe muita compra e venda de votos?
Belo Horizonte, 07 junho 2011

4 comentários:

Miosotis disse...

Concordo! Só podemos ser autênticos e viver de bem com nosso interior se prsticarmos no dia-a-dia aquilo que somos! De outor modo, atrofiaremos.

A fé é algo muito pessoal e intimista!

Foi um prazer lê-lo em 'fragmentos'| Volte sempre!

Regina Magnabosco disse...

Obrigada pelo comentário no Ruas e papéis. Obrigada também pela mensagem de seu texto. As pessoas precisam cultivar suas essências, não há como ser feliz de outra forma. Quanto ao exercício da dúvida, também acho muito necessária e, no meu caso, tem servido para fortalecer a fé, que se confirma a cada novo questionamento.
Abraço!

Reflexo d'Alma disse...

Fé é a certeza no que não se vê. Dai vem o fortalecimento.
Se há algo que nunca perdi em 35 anos de encontro com Deus e comigo foi a fé;
nunca a tive mais ou menos.
Ela que me sustenta, mesmo no tocante aos governos,
aos votos e toda hipocrisia da sociedade.

A Fé me prova que quem nos criou esta no controle
sempre,
queiramos nós ou não.
E voce tem estado certo
pois a Fé na prática é aperfeiçoamento.
Belo domingo ai.
Bjs

Maria Teresa Fheliz Benedito disse...

Agradecemos sua visita.
Quanto ao seu texto, a mensagem que fica é que devemos ter boa ética sempre.
Um abraço nosso e fique com Deus