Cadinho RoCo – Jeito outro de ler e pintar a vida.

Estréia oficial do Blog – 27 novembro 2006

terça-feira, 30 de julho de 2013

LIGAÇÕES

Série Cadinho de Prosa dos Folhetos Cadinho RoCo
LIGAÇÕES
     O meu trabalho, como qualquer outro, pede remuneração, reconhecimento financeiro. É chato ficar sempre retornando a esse assunto, mas necessário.
     Busco independência do mercado de trabalho, mas sinto falta dele. Busco patrocínio para o meu trabalho, mas não posso ficar completamente dedicado a isso porque senão comprometo produção do que produzo.
     Nesse mundo tudo parece estar interligado. O trabalho se liga à remuneração e a remuneração à sobrevivência. O sobreviver se liga ao crescimento e esse crescimento à diversão e ao descanso. Tanto diversão quanto descanso se ligam a viagens que estão ligadas a uma série de prestação de serviços e por aí vai.
     Está tudo interligado no universo humano e isso faz com que o prudente esteja muito mais identificado com a solidariedade do que com o egoísmo.
Belo Horizonte, 30 julho 2013

PACIÊNCIA E PERSISTÊNCIA
     Sem trabalho remunerado e colecionando dívidas, fui ter conversa séria com Deus. Vida assim é ensaio de morte.
     Se Deus ouviu não sei. Comunicação com o Sagrado tem outros sentidos. Dispensa fala e ouvido. Coisas da alma.
     Fato é que Deus, sem apontar, indicou-me fila sem tamanho. Tudo gente? De maneira alguma. Cada ponto, se é que eram pontos, indicava intenção. Percebi logo multidão de gente cansada da vida. Senti que Deus aceitou ponderação, recomendando paciência e persistência. Morte precoce é dívida maior que a vida pode conhecer. Mesmo sem certeza, senti humor naquele Deus sem forma e sem cor, que deu vida ao meu assunto esquecido da morte.

Belo Horizonte, 16 maio 2001

3 comentários:

Ritinha disse...

Bom dia!!
Pois é amigo!!!
As dificuldades a nossa volta sempre, seja trabalho, remuneração, tempo, objetivos e por aí vamos, buscando sempre, sempr e sempre!
bjs
Ritinha

Carla Ceres disse...

A Imagem do Dia me deu uma sugestão criativa para fazer canteiros. Obrigada, Cadinho!

Dorli disse...

Oi Cadinho.
Eu sempre trabalhei com remuneração, como era funcionária pública, o salário vinha todo mês certinho. Mas se tivesse outro dom seria cobrado também, afinal temos que sobreviver.
Obrigada pela visita
Lua Singular