Cadinho RoCo – Jeito outro de ler e pintar a vida.

Estréia oficial do Blog – 27 novembro 2006

quarta-feira, 31 de julho de 2013

DELE E DELA



Série Cadinho de Prosa dos Folhetos Cadinho RoCo

DELE E DELA

     Solidariedade e egoísmo representam extremos bem distintos.

     Da solidariedade o libertar do agir, do egoísmo o aprisionar desse agir. A solidariedade nos remete a encontros mais que festivos. O egoísmo nos leva a desencontros mais que inoportunos.

     É interessante perceber a distinção do que promove ao viver a solidariedade e o egoísmo. Quando nos tornamos solícitos possibilitamos a ampliação do nosso agir. Quando nos entregamos ao egoísmo atrofiamos acessos.

     A solidariedade ouve enquanto que o egoísmo ensurdece. A solidariedade amplia nossa visão, enquanto que o egoísmo nos estimula à cegueira.

     Por essas e outras é que esbarramos sempre no conflito entre o egoísmo e a solidariedade, posto que enquanto um fecha, a outra abre portas e janelas para o mundo desse nosso viver.

Belo Horizonte, 31 julho 2013

CAVALO OU ÉGUA?

     Era um cavalo com orelhas humanas. Talvez uma égua. Um cavalo, ou uma égua com corpo de cavalo, ou égua, com patas de cavalo, ou égua, e com seu dorso maciço e de um pelo escuro e belo. Narinas de inconfundível porte eqüino, tal como denunciava a boca e olhos. Mas as orelhas eram humanas.

     Meus olhos levados pelo latido do cão não acreditaram no que viam. A inquietação do cão passou a transpirar meu corpo. Bem diante de mim aquele semblante manso e paciente. O cão nervoso, preso ao meu controle, saltava pedindo liberdade. Atônito, meu raciocínio preso naquele par de orelhas a engolirem o latido do cão.

     Sem qualquer pressa, animal foi se afastando até sumir na curva coberta pelo barranco. Cão acalmou, enquanto pensava comigo naquelas orelhas. Senti ouvido zumbir e a manhã tornar-se plena no espaço. Eu e cão sumimos na manhã daquele dia, que de tão estranho parecia desaparecido de nós.

Belo Horizonte, 30 julho 2001

3 comentários:

Ritinha disse...

Bom dia amigo!
Pois é, hoje as pessoas são muito mais egoístas, mas nós, nós devemos fazer a diferença!
Beijos
Ritinha

Dorli disse...

Bom dia Cadinho
Adorei toda essa loucura do cavalo, égua e a definição dos conceitos.
Parabéns
Fiquei com medo
Lua Singular

Carla Ceres disse...

O texto sobre o cavalo ou a égua me parece a narrativa de um sonho, Cadinho. Abraço!