Cadinho RoCo – Jeito outro de ler e pintar a vida.

Estréia oficial do Blog – 27 novembro 2006

quinta-feira, 26 de setembro de 2013

CAMINHANDO

Conjuntos dos Painéis Cadinho RoCo, uma bela dica pra presentear quem gosta de arte, a preços bem interessantes
CAMINHANDO
     Não é tão simples manter a bandeira da fé sempre hasteada.
     Não é tão simples manter o fogo do amor sempre aceso. As ameaças são muitas, os desafios enormes e as provocações não menos intensas. Por isso é que sempre faz bem estar em companhia de pessoas boas e queridas a promoverem festas e celebrações felizes e capazes de nos estimularem ao que na realidade nos dispõe a seguir.
     Penso em nomes de pessoas a marcarem o viver com referências boas. Gente que contribui para o nosso agir, gente que ao invés de se permitir aos instantes desafortunados segue em busca de realizações saudáveis.
     Lino então diz para não entrarmos em lamentos propondo que valorizemos ideias fecundas para feitos que nos remetam a realizações exitosas.
     Há sempre um acesso para quem se dispõe a caminhar.
Belo Horizonte, 26 setembro 2013
FENÔMENO
     Entre assunto e outro, muito que dizer, muito que pensar. Entre passo e outro, muito que caminhar, muito que cansar. Entre acontecimento e outro, sutileza de gestos a mostrarem e camuflarem o que procuramos e o que evitamos.
     Se cada lugar é um lugar, que lugar será esse? Lugar remetido a outro, pretendido por outro, buscado por outro, ou ainda ido em busca de outro. Na presença do eu, a transparência de outra presença. Entre a lembrança e o esquecimento, surpresa em forma de aparição, que de fato não aparece. Mas longe do sentido da aparência, o estar apresenta-se levado qual brisa, para o que antes parecia não ser mais que simples distância.
     Delírio ou denúncia de algum mais que intimo fenômeno?
Belo Horizonte, 08 janeiro 2002


3 comentários:

Carla Ceres disse...

Oi, Cadinho! Não sei se já disse isso, então vou correr o risco de me repetir: os painéis emoldurados ficaram muito bonitos. Abraço!

Cris Lourenço disse...

Olá...vim retribuir a visita e com o que me deparo? Belas imagens, boa palavra...como é bom refletir, expor, imaginar, sentir... Porque , pra mim, na minha ingenuidade, a arte é isso e um bocadinho mais! Parabéns pelo espaço. Uma abraço.

Célia Rangel disse...

Excelente seu post! Destaco: "Há sempre um acesso para quem se dispõe a caminhar." Grande verdade!
[ ] Célia.