Cadinho RoCo – Jeito outro de ler e pintar a vida.

Estréia oficial do Blog – 27 novembro 2006

sexta-feira, 17 de janeiro de 2014

INCONFORMADO

SÉRIE XAMÃ
dos Folhetos Cadinho RoCo
INCONFORMADO
     Após banho Xamã indagou-me querendo saber como um escritor faz pra ganhar dinheiro. Fiquei estupefato com pergunta do cão a demonstrar o quanto ele se faz atento a realidade tão dura.
     Lembrei-me do Professor Wagner, de história, que um dia contou-me sobre realidade do seu cotidiano.
     Aluno chegou e perguntou ao professor se ele dava aula todos os dias sem parar. Professor respondeu que sim e aluno emendou completando essência da sua curiosidade:
      - Mas o senhor não trabalha? Como faz pra ganhar dinheiro?
      Ao passar esse relato para Xamã o bicho latiu num inconformismo singular, olhou bem firme pra mim e pediu carinho mordendo e puxando minha mão como querendo me acordar de algum pesadelo.
Belo Horizonte, 17 janeiro 2014
VARANDA CLANDESTINA
     Escrevo o que quero. Da fantasia alheia, escrevo o que quero. Da fantasia que é minha escrevo o que minha inibição permite. E da varanda clandestina, escrevo também.
     Escrevo a vida. Trago assim o estigma da esperança que possui meu ser possuído por outras tantas artimanhas. Assim sou eu para a curiosidade alheia que busca e tenta descobrir aquela origem que nem eu consigo encontrar em mim mesmo.
     Cavaleiro da Meia-Noite. Eis tudo que sou, para o nada que continuo sendo.
     E você, quem é?
Belo Horizonte, 26 maio 2003

3 comentários:

Carla Ceres disse...

Não conta pro Xamã, Cadinho, mas eu já fui professora e virei escritora. :) Abraço!

Célia Rangel disse...

E... tem melhor? Professora + Escritora não fica rica de jeito nenhum... mas que se diverte... ah, isso sim!
Abraço.

Laura Santos disse...

Pois é, é que para muita gente escrever não é trabalho...:-)
Muito interessante essa perspectiva sobre escrever-se sobre o que a inibição permite. Se não tivéssemos inibições os outros ficariam a saber mais de nós do que nós próprios.
"E você quem é?"
Ando há tanto tempo a tentar descobrir....Mas sei que sou atrevidamente ingénua.
xx