Cadinho RoCo – Jeito outro de ler e pintar a vida.

Estréia oficial do Blog – 27 novembro 2006

segunda-feira, 15 de junho de 2015

O QUE IMPORTA



SÉRIE XAMÃ dos

FOLHETOS CADINHO ROCO

O QUE IMPORTA

     De longe observo conversa do Batistão com João da Barra e Xamã. Ouço quando Batistão diz ter demorado a perceber o quanto foi usado por pessoas que iam ao seu encontro por estima que, na realidade, não passava de interesses dos mais diversos. Fulanos que abusavam da sua confiança sugando sua disposição em ajudar rindo e até debochando da sua ingenuidade em abrir portas permitindo acessos que na realidade deveriam mesmo é ser evitados.

     Mas nada disso registra relevância porque a mediocridade transforma essas pessoas em imbecis que passam a vida sem produzir nada que preste.

     O que de fato importa é darmos à nossa capacidade de avançar tratamento digno de nós mesmos.

     Quando levados pela verdade deixamos marca profunda do quanto somos bons naquilo que fazemos. O resto é ilusão.

Belo Horizonte, 15 junho 2015

CRENÇA NO AMOR

     Mais vale ser sincero no amor do que ser falso na ilusão de assim pretende-lo.

     Não há como buscar o mero sentido da conveniência pelo que quer encontrar o amor.

     O amor não é sentimento de simples acomodação    

.    O amor age e por isso reage. Quando de fato presente, o amor não brinca com o comportamento de quem a ele coloca-se em estado de entrega. Há de ser distinguido o querer da diversão, daquele que estampa a veracidade do amor.

     A questão surge, justo quando o amor impõe a necessidade da crença.

     O amor de quem não acredita é ilusão.

     O viver de quem não crê no amor é limitado e por isso mesmo aprisionado pela ilusão.

     Uma coisa é aparentar felicidade, outra é ser feliz.

     Não há felicidade no ser que despreza o amor.

Belo Horizonte, 14 novembro 2007

3 comentários:

Graça Pires disse...

Gostei muito do seu texto sobre o amor...
"O amor não é sentimento de simples acomodação". Como concordo...
Um beijo.

© Piedade Araújo Sol disse...

_Gostei de ler ambos os textos.
do primeiro cito esta frase que me tocou, e muito :
Quando levados pela verdade deixamos marca profunda do quanto somos bons naquilo que fazemos. O resto é ilusão.
do segundo cito esta:

Uma coisa é aparentar felicidade, outra é ser feliz.

gostei muito!

boa semana e boa inspiração,

beijo amigo

:)

Mary disse...

E por isso muito preferem ser prisioneiros da ilusão, por conveniência ou por opção.
Vai ver que sinceridade foge o principio de algumas pessoas!

Muito lindo o texto as pinturas são lindas tbm!

Obrigada pela sua visita!

Bjos