Cadinho RoCo – Jeito outro de ler e pintar a vida.

Estréia oficial do Blog – 27 novembro 2006

domingo, 3 de junho de 2018

OCASIÕES


OCASIÕES
Pensando em nada
Eis que sou observado
Por ela passando pela avenida
Mas lá do outro lado.
Sigo por minha caminhada
Eis que depois já no passado
É que ela um tanto desolada
Anuncia o fato em breve recado.
Naquela avenida passa muita gente
São muitas as direções
Descrevendo o que, de repente,
Cria graciosas ocasiões
A mexerem com nosso presente
Aquecendo corações.

Belo Horizonte, 03 junho 2018
PESQUISANDO O ACREDITAR
     Os excessos existem em todos os lugares situações. Sempre encontramos alguém cometendo algum excesso, seja ele ocasional, ou por determinar sim, forma de comportamento de algumas pessoas. Até porque, o que poderá ser excesso para um, para outro poderá não ser e assim vamos tendo oportunidades inteiras de exercitarmos nossa compreensão diante das surpresas esparramadas por aí.
     Mas o que eu queria quero mencionar mesmo, é o que chego a conceituar como excesso, tamanho é o volume de pesquisas expostas à opinião pública relacionadas a tudo e mais alguma coisa. É impressionante como surgem pesquisas a pretenderem ilustrar nossas vidas com tantos dados, nem sempre dignos do nosso acreditar. Sim, porque é sabido haver no procedimento das pesquisas, dispositivos capazes de atenderem a determinadas conveniências. Valorizam-se alguns dados, outros são mais ou menos ofuscados e assim ajeita-se o que é bom ruim mostrar não mostrar.
     Os excessos existem até mesmo sob a forma de delicadas ponderações. Mas nunca é demais percebermos o quanto podemos fazer, para que tais excessos não compliquem nossas vidas. Por isso mesmo é que devemos estar sempre conscientes do nosso acreditar.
     Estamos acreditando em tudo aquilo que de fato devemos acreditar?
Belo Horizonte, 05 junho 2005            

2 comentários:

Os olhares da Gracinha! disse...

Eu penso que é mais patente o DESACREDITAR!!!
bj e gosto de ler

FILOSOFANDO NA VIDA Profª Lourdes Duarte disse...

Amigo, um post típico de um grande observador. Gostei muito. Grata pela visita, seja sempre bem vindo. Abraços, feliz dia.