Cadinho RoCo – Jeito outro de ler e pintar a vida.

Estréia oficial do Blog – 27 novembro 2006

terça-feira, 27 de abril de 2010

SIMPLES CONSTATAÇÃO

Contra os fatos, no mais das vezes, não há o que contestar

SIMPLES CONSTATAÇÃO

Por mais que queira, por mais que insista este ou aquele instituto de pesquisa em mostrar empate técnico entre as candidaturas Serra e Dilma para a presidência do nosso Brasil, eis que surgem pesquisas outras a darem reparo ao que de fato acontece.

Na realidade, em todas as pesquisas o candidato Serra aparece em primeiro lugar e com sinais, ainda que discretos, de gradativo crescimento. O que revela haver na experiência, relato mais firme e seguro, capaz de fazer por merecer mais confiança das pessoas. A candidatura com trajetória comprovada de passagem por mandatos concedidos pelo voto tem mais consistência do que aqueles nascidos por indicações políticas ou partidárias. Esta é uma característica clara que nos remete à simples constatação de que por aí surge enorme distinção entre as candidaturas expostas às eleições de 2010.

Belo Horizonte, 27 abril 2010

QUERENDO SER

Não conheço ninguém que não conheça alguém que só faz contar vantagens, aumentar suas hipotéticas posses, dizer do que não tem, apresentar o que não é. Tudo ilusão. Mas não será a realidade também uma ilusão?

Pois digo estar diante daquilo que estampa minha mais solene falência. Do não reconhecimento financeiro, pago sem receber. Não nasci para dar prejuízo a ninguém. Daí, a necessidade do patrocínio, da remuneração, do ganho resultado do meu trabalho, do reconhecimento. Não pago o que devo com conversa ou promessa. Não faço o que faço sem depender do que faz a vida viver. Sou só alguém querendo ser alguém, sem contar o que não tenho para contar.

Belo Horizonte, 04 fevereiro 2001

10 comentários:

Daniel Savio disse...

Mas o Serra não está com uma boa fama em São Paulo...

Fique com Deus, menino Cadinho.
Um abraço.

Ava disse...

Cadinho, essas manipulações são uma aberração política, pois visam convecer os menos favorecidos, aqueles que falam "não vou perder meu voto, que esse ou aquele está na frente...
Nesse caso, tentam enfiar "goela" abaixo, essa candidata imposta por Lula.

Acho, me querido, que nada mais falta ver neste País...


Beijos e saudades...

Marília Lopes disse...

Políticos...já acreditei neles um dia...muito tempo atrás!!
Obrigado!!!

lis disse...

Época difícil de engolir - eleiçoes, sempre a mesma ladainha .
Espero solenemente que essa Dilma fique onde está , nao merecemos uma comadre na Presidencia , o Brasil nao merece, ninguém merece!
abraços Cadinho

Lidia disse...

Amigo,
Obrigada pelo comentário e pela visita. Vim e gostei do que vi. Extremamente cansativa as eleições, nunca sai da mesma panelinha..
Que Deus nos ajude.
bju n'alma.

Lilá(s) disse...

Sempre iguais os politicos!
Bjs

Sabrina disse...

oi Cadinho! Aparece sempre no meu blog light. Fico feliz com uma visita masculina e ainda mais, tão ilustre quanto a tua. Mas enfim...embora cansado, o brasileiro não deve esmorecer...bora (pensar e) votar de novo!eu na condição de cidadã e funcionária do RS estou farta e não votarei na Yeda nem pra síndica do meu prédio. É dose a falta de opção.
Abraço, Sabrina

Cynthia Lloréns disse...

Primeiro quero agradecer sua visita em meu blog!!!!!!

Adorei ler seus posts.....!!!!!!!!e eu odeio o PT e o Lula!!!!!! eu irei vir sempre aqui te visitar!!!

Um beijo grande e uma ótima semana!!!
Já virei sua fã e seguidora!!!

beijos
Cynthia

Mari Amorim disse...

AH,Cadinho...
Obrigada pela visita.
Serra:aqui em Sampa ele acabou com os professores,construiu várias obras eleitoreiras, inaugurou algumas para imagens,a saúde,segurança estão um caos.A Dilma,"Guerrilheira"de limousine estamos bem de candidatos,aff.
Quanto a reflexão seguinte,
Infelizmente conheço um monte de megalomaníacos.Mas sou o seu ultimo parágrafo.
Boas energia sempre,
Mari

Vozes de Minha Alma disse...

Cadinho, o pior é que só mudam os maus atores...
A peça é a de sempre, e olhe que a platéia também não MUDA.
Mas teu desfecho foi reflexivo.
Um fraterno abraço, até a próxima.