Cadinho RoCo – Jeito outro de ler e pintar a vida.

Estréia oficial do Blog – 27 novembro 2006

terça-feira, 25 de maio de 2010

GOELA ABAIXO

Se abaixamos a cabeça...

GOELA ABAIXO

Pela quarta vez o Superior Tribunal Eleitoral – TSE condena o Presidente Lula por antecipar o processo das campanhas políticas no Brasil. Neste sentido o Presidente Lula passa a ser tratado, pelos magistrados, como reincidente.

Ora, ora onde é que estamos? Se a campanha da candidata Dilma, que não pode ainda ser tida como candidata, já dá mostra do tão famoso tratamento goela abaixo, aonde chegaremos com isso? O mais grave é ter como protagonista desta verdadeira esculhambação o Presidente Lula.

Sou dos que acreditam no dito: diga-me com quem andas e te direi quem és. Diante disso, penso que quem apoia a candidatura Dilma, que ainda não pode ser tratada como tal, estimula a esculhambação nacional e o tratamento goela abaixo que não devemos admitir de maneira alguma.

Grussaí, 25 maio 2010

FURO

Um furo minúsculo, imperceptível. Do armário a camisa limpa, pronta para ser usada. Tento lembrar última vez que usei-a. Não lembro e esqueço de insistir na idéia que também não tem qualquer consistência. Só depois, muito depois é que percebo haver algo estranho.

Uma fagulha de cigarro de palha. Um fiapo da palha em brasa que soltou em leve vôo a buscar pouso qualquer. Já quase apagada, a brasa percebeu vida no pano da camisa.

Enquanto tudo acontece, somos possuídos pela distração que escapa da atenção dedicada a outro suceder. A camisa esquecida no corpo é parte da nossa presença, depois esquecida. Quando foi a última vez que usei esta camisa?

O furo mínimo ilustra enorme buraco na lembrança. Quando foi que aconteceu isto?

Belo Horizonte, 27 agosto 2001

14 comentários:

direitinho disse...

Bom dia Amigo
As nódoas acontecem.A roupa deverá ser lavada e limpa para que todos vejam que somos por fora como somos por dentro.

Infelizmente esta comparação política está fora de uso. Eles nascem sujos e vivem uma vida de chiqueiro querendo mostrar o contrário.

Fê-blue bird disse...

Sujidade há em todo o lado, nem o vasto oceano a lava ;-)
Excelente texto.
Um abraço

Elisa no blog disse...

Obrigada pela visita,
já estou te seguindo.
um abraço,
Elisa

*lua* disse...

O furo ... nos mostra a dimensão do espaço que estamos inseridos e simplesmente nos resumimos a idéias fixas e monótonas ...

Dilma?? magina!

Beijos

Talles azigon disse...

este furo é o furo na nossa nação está lá, todos falam sobre ele mais quem irá costurar

Moacir disse...

Sobre o nosso presidente, Cadinho, tenho só uma coisa a dizer: POIS É! E dizem que o exemplo vem de cima...

Bjs meus e da Sofia pra você.

Simone disse...

Desculpe. O meu comentário saiu com nome errado...

Bjs meus e da Sofia de novo. :)

Deia disse...

Quanto à campanha que não é campanha, é uma vergonha desde o princípio. Quanto ao furo na camisa... esse é profundo, marca na pele... Um beijo, Deia

Daniel Savio disse...

Mas Cadinho, viu a TV Senado?

Ai vai ver a campanha gratuita (pois cada um puxa a sardinha para o seu lado)...

Fique com Deus, menino Cadinho.
Um abraço.

José Doutel Coroado disse...

"o furo mínimo ilustra enorme buraco na lembrança"
gostei demais...
abs

claudete disse...

Acontece que as pessoas gostam, de ser enganadas, tem memória curta e adoram viver na "moleza", salvo os que não são aculturados exóticos e ainda não perderam a capacidade de pensar sozinhos, convenhamos coisa dificil de se fazer nos dias de hoje.
Abraços

Franzinha Aguiar disse...

oi...obrigada pela visita, só nao vou comentar pq sou quase apolitica!

abraços!

Nanda disse...

Há pouco tempo, conversei com uma pessoa no Twitter sobre isso. Eu não tenho nenhum partido; mas tenho gorror ao PT. Porque enquanto não tinha poder, era o partido da ética, das denúncias. Lembra disso? Mas foi só chegar ao poder para fazer até pior . E com apoio de quem recebe as bolsas-esmolas da vida. É triste.

JULIANA disse...

Sobre o Lula.... Você falou e disse!