Cadinho RoCo – Jeito outro de ler e pintar a vida.

Estréia oficial do Blog – 27 novembro 2006

quarta-feira, 15 de junho de 2011

SER GRANDE

Tem hora que não dá pra ser pequeno de jeito nenhum

SER GRANDE

Observe a árvore é o que sugere João da Barra. Ela cresce sempre buscando estar mais alta, ela sempre quer ocupar seu espaço no vazio. Mas o interessante é perceber que para crescer a árvore distribui sua estrutura de maneira a fazer com que seu peso seja maior embaixo e menor no topo dos seus galhos mais finos e flexíveis.

João da Barra então diz que para crescer precisamos estar com a ponta do nosso pensar leve, sem nenhuma carga de culpa ou atitude que faça com que nosso agir se torne pesado.

Por ser assim é que não dá para por meio de atitudes pesadas pensar em progresso. É pelo atraso que promovemos a discórdia, é pelo atraso que chegamos a constrangimentos pra lá de desagradáveis e que podemos evitar sempre.

Belo Horizonte, 15 junho 2011

COLCHÃO NOVO

Depois que passei por dias em que fiquei atormentado, transtornado e até assustado com enorme dor na coluna, eis que durmo em colchão novo.

Uma maravilha este colchão feito sob medida e com um lado mais macio que o outro, alto e todo conforto. Pois percebo que fazia tempo que eu não dormia tão bem. Tudo por causa do tal do colchão que faz surpreendente diferença. Bastou uma noite para que eu percebesse o tamanho do alívio, impressionante.

Lógico que eu já tinha ouvido falar da importância de um bom colchão para noites de sono e bom descanso. Mas não dei sentido à dimensão da coisa. Também, neste mundo em que as propagandas prometem muito mais do que cumprem, eis que ficamos céticos sem sentir. O que não é bom, porque o convívio com a desconfiança é sempre chato e direi até inoportuno.

Belo Horizonte, 21 março 2008

7 comentários:

Cielo que queria ser LATINI disse...

Acredito que vc não tenha querido me rotular, sei que é difícil de acreditar, se punir, para chegar ao objetivo, que ao final pode ser a morte...É assustador, mas ao msm tempo sedutor, ter controle...Sobretudo, se fazer perfeita, se pertencer. Às vezes é como se me olhasse de fora, e tudo passa no slow...Desculpe-me se fui rude, é que é cansativo ser descrita como mimada, maluca e outros adjetivos que muitos usam, não é frescura. É uma parte de mim, que trancafiei a 7 chaves. É duro não sentir mais a alma, pois ela se foi há tempos.

Bandys disse...

Olá Cadinho,
Saudade daqui.

Voce tem razão, um bom colchão é tudo de bom.

Beijos

A Magrela disse...

Uma boa noite de sono ajuda a ter um dia espetacular. abraços

A Noiva Cadáver disse...

Não sabia desta praça. Não conheço Brasilia.
Obrigada pela visita.

Nil Lima da Silva disse...

Menino,
um bom colchão é tudo de bom nessa vida, acordar cansado ninguem merece..rsrsrssrs.
Um abraço.

selma disse...

Se estamos com muitas preocupações nã poderemos evoluir nem pensar direito e menos fazer alguma coisa correta,precisamos estar bem com a mente tranquila para podermos realizar algo com sucesso...vim agradecer seu comentário no blog e sua visita,já sou seguidora,abraço amigo...

Manú N. disse...

seguindo aquie =)