Cadinho RoCo – Jeito outro de ler e pintar a vida.

Estréia oficial do Blog – 27 novembro 2006

sexta-feira, 17 de agosto de 2012

SETEMBRO MARIANO


A presença da Virgem Maria em meu viver cristão católico é tão evidente quanto constante
SETEMBRO MARIANO
     Em setembro temos duas datas marianas bem marcantes. No dia 8 celebramos a natividade de Nossa Senhora, que é o início concreto do projeto de Deus em dar ao mundo o seu filho encarnado.
     O nascimento de Nossa Senhora pode também ser entendido como a vinda daquela que não nos deixará órfãos no espírito da fé cristã. Ela nasce para receber de Deus a missão de ser a nossa mãe e de instituir entre nós a presença marcada pelo mistério da Santíssima Trindade.
     Já no dia 15 de setembro a data de Nossa Senhora das Dores que então nos sugere relato das 7 dores vividas pela Virgem Maria que começam com a profecia do velho Simeão, se estende com a fuga para o Egito, quando aos 12 anos Jesus some em meio à peregrinação à Cidade Santa, o trajeto que fez Jesus para o Gólgota, a crucificação, a retirada do corpo de Jesus da cruz e o seu sepultamento.
     Em setembro nos deparamos com momentos a nos transmitirem a graça, força e insuperável poder de fé da Virgem Maria a sempre interceder por nós junto ao Pai, Filho e Espírito Santo, amém.
Belo Horizonte, 17 agosto 2012  
AÇÃO PRÁTICA
O que acontece em São João da Barra-SJDB/RJ é o que acontece em qualquer outro lugar. Evidente haver particularidades que distinguem lugares e situações. Mas o princípio chega a ser comum, comenta Batistão que prefere a discrição do que o discurso transpirado por emoção e sensacionalismo.
O fato de acontecer empreendimento vultoso em SJDB abre de maneira claríssima e por isso mesmo mais que oportuna, ocasião pra se criar mobilização relacionada à ecologia humana, que é a proposta, ou Projeto João da Barra-PJDB.
O município não tem como se permitir a uma administração alheia à realidade humana dos seus habitantes. Esta é constatação simples que hoje mostra necessidade da iniciativa privada agir, por questão humanitária, também nesse sentido. Por isso é que o PJDB necessita de suporte financeiro da iniciativa privada pra poder sair do papel e partir para ação prática em todo território sanjoanense.
Belo Horizonte, 21 março 2012

3 comentários:

Dona Sra. Urtigão disse...

Não sou católica e por isso mesmo não sou afeita a discutir fé, bem ao qual não recebi participação, mas sou ... devota, diria assim, do princípio do sagrado feminino, representado entre os católicos por essa magnífica Senhora.

ps: mais do que onde voce me visita, costumo estar presente no www.bicho-da-mata.blogspot.com

Carla Ceres disse...

Hoje aprendi muito sobre Nossa Senhora. Obrigada, Cadinho! Abraço!

MINHA VIDA DE CAMPO disse...

Oi Cadinho tudo bem. Sempre gostei muito de festas religiosas, como passei a infância no interior era muito comum essas festas. Tenho paixão por imagens de santas, tenho uma que era de minha mãe não sei o nome. Mas meu pai me presenteou com o Padre Réus, não sei se tu conheces, ele ainda não foi santificado. Tu já leste os sermões de Padre José Vieira, quando estava na faculdade estudei sobre ele, o meu assunto era sobre o rosário. Super interessante.
Tenha um ótimo fim de semana.
Anajá
http://livingonfarm.blogspot.com.br/