Cadinho RoCo – Jeito outro de ler e pintar a vida.

Estréia oficial do Blog – 27 novembro 2006

quinta-feira, 7 de maio de 2015

PANELAÇO



SÉRIE XAMÃ
FOLHETOS CADINHO ROCO
PANELAÇO
     Insista em deixar a panela de pressão no fogo e ela explodirá.
     Quando a panela grita, sinal de que fogo está quente demais.
     A manifestação popular com o bater das panelas ecoadas por todo território brasileiro em repúdio ao Partido dos Trabalhadores – PT é a expressão clara e óbvia da opinião pública não orquestrada pela grande mídia.
     No bendito “horário obrigatório” em cadeia nacional envolvendo emissoras de rádio e televisão, o PT recebeu resposta à mentirada que insiste em propagar.
     As panelas representam a força popular que não pode ser mais ignorada pelas Forças Armadas do Brasil.
     É evidente a necessidade da intervenção militar no Brasil em respaldo e respeito à Bandeira que diz: Ordem e Progresso.
     Até Xamã bateu panela em resposta ao que acontece hoje no Brasil.
Belo Horizonte, 07 maio 2015
PASSADO LEMBRADO
     É fato que tudo tem sim o seu tempo para acontecer.
     De um simples encontro e de uma pergunta ingênua poderá abrir-se caminhos antes esquecidos. Aí o assunto muda conversa e sonho muda paisagem. A respiração volta a oxigenar a esperança e o que poderá acontecer mergulha em profundas possibilidades.
     Tudo porque o tempo tem seu tempo para decifrar o instante seguinte que poderá vir de um passado esquecido lembrado por aquilo que parece ter pacto com o eterno.
     Na abstração da vida, o concreto dos seus feitos.
Belo Horizonte, 27 julho 2007

4 comentários:

Nádia Santos disse...

Dois textos totalmente diferentes numa mesma postagem, mas ambos totalmente envolventes. Gosto desse seu estilo...Xero ;))

Teresa Silva disse...

Gostei do texto!

Bjxxx

PEQUENOS DELITOS RENOVADOS disse...

Estamos ai na luta, para tirar do poder os corruptos que assaltaram o povo e a nação brasileira.
O povo está descobrindo o óbvio: "O LULA-DRÃO E O PT SÃO PALHAÇOS QUE PERDERAM A GRAÇA..."

Ana Freire disse...

Todas as revoltas acabam surgindo... quando um dia a tampa salta...
haverá sempre uma gota de água... que tarde ou cedo, sempre fará transbordar o copo...
Adoro a sua escrita, Cadinho! Desempoeirada... directa, e sincera...
Abraço
Ana