Cadinho RoCo – Jeito outro de ler e pintar a vida.

Estréia oficial do Blog – 27 novembro 2006

segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

INDEPENDENTE

SÉRIE XAMÃ
dos Folhetos Cadinho RoCo
INDEPENDENTE
     Xamã não é perfeito, ninguém é perfeito. Na realidade Xamã hoje é um pequeno filhote de cão, cuja raça Pastor Alemão exubera em beleza e força. E nesse sentido a infância de Xamã já mostra sinais do quanto há de beleza e força nesse cão que brinca, come, salta e atende aos meus chamados dentro da sua capacidade de entendimento ainda muito limitada.
     Mas Xamã se esforça em tudo que faz. Tem sensibilidade e por isso mesmo o registro de mudança ainda muito recente em sua vinda tirada dos pais e irmãos para esse mundo que desbrava como pode.
     O sentimento da separação independe do raciocínio.
Belo Horizonte, 09 dezembro 2013
LUZ DIVINA
     No ano da graça de 2002, perco-me no tempo. E das sombras do passado, a virgem luz de jovem tão determinada, nascida para a eternidade.
     No semblante simples de um mundo tão distante e tão próximo, de Minas Gerais a presença da filha de Siracusa, hoje Sicília. Sentimento sem fronteira que desafia terra e água, emanando luz.
     No vigor da crença, ela surge silenciosa inspirando Dante com “graça iluminadora”, presente na “Divina Comédia”. Inferno, purgatório e céu em fantástica trajetória de tão espetaculares revelações.
     No ano da graça de 281 (ou terá sido em 283?), a vida que brota da Luz Divina, recebe definitivo golpe de espada na garganta, partindo em 304 para a vida eterna.
     No viver das Minas Gerais, Santa Luzia é luz cidade de tantos olhos protegidos por ela, referência viva de multidão de fiéis.

Santa Luzia, 19 outubro 2002

5 comentários:

Carla Ceres disse...

O Xamã ainda é um filhotinho e deve sentir falta da família. Com o tempo e muito carinho, ele vai aprendendo o que se espera dele. Abraço!

ॐ Shirley ॐ disse...

Olá, Cadinho, amo os animais, gosto muitíssimo dos cães e, pronto, já fiquei apaixonada pelo Xamã rs. Cuide bem dele.
Que Santa Luzia nos proteja.
Beijos!

Claudete disse...

Xamã sabe-se acolhido e amado, logo desbravará com garra esta nova plaga. Cadinho passando para te desejar Boas Festas, a vida continua com todos os seus percalços, mas tiremos dela o melhor e renovemos como cristão que somos nossa Fé no Cristo Iluminador e Libertador. Feliz Natal!

REINVENTANDO disse...

Cuida bem do Xamã,como descreve ele não tem como não se encantar.
Abraços.Sandra

DIOGO_MAR disse...

Xamã, desperta para as agruras da vida.
Vais-te tornar um campeão.

http://diogo-mar.blogspot.com/